Saber como fazer um orçamento é essencial para os responsáveis pelo setor de compras ou gerência de uma empresa. Nesse momento, existe uma série de pontos que precisam ser levados em consideração para não errar.

A ideia é que sejam tomadas as medidas coerentes, uma vez que um tratamento não realizado corretamente pode gerar problemas graves para as organizações, como o gasto de verbas de forma desnecessária. Quer aprender como fazer um orçamento de qualidade? Então veja, a seguir, algumas dicas práticas a serem adotadas na sua empresa!

1. Faça, pelo menos, três cotações

É preciso que você faça pelo menos três cotações de produtos e serviços que deseja adquirir. Assim, é possível avaliar se as empresas seguem uma média de preços parecida ou se há muitas discrepâncias. Se receber um preço mais baixo, dessa forma, verifique se o fornecedor realmente oferece qualidade e se vale a pena contratá-lo.

2. Não fique dependente de um único fornecedor

Não é aconselhável que você fique refém de um único fornecedor para a sua empresa. Esse é um erro grave, pois caso aconteça algum problema, como um atraso nas entregas, você terá que deixar os clientes na mão.

Imagine se um hotel tem um único fornecedor de sabonete e shampoo, por exemplo. Caso uma entrega não seja realizada, causará problemas para os hóspedes. Por isso, conte sempre com cartas na manga.

3. Nunca aceite o primeiro valor que as empresas apresentam

Se você realmente quer saber como fazer um orçamento, precisa compreender que a negociação é fundamental. Por isso, utilize técnicas para conseguir preços mais em conta, para que a sua empresa diminua os gastos. Muitas vezes as empresas podem oferecer uma quantidade maior de produtos por um preço menor. Avalie se isso é interessante para a sua necessidade.

4. Avalie o custo-benefício de todos os fornecedores

É preciso também calcular o custo-benefício que cada fornecedor oferece para o seu negócio. Ainda utilizando o exemplo dos sabonetes e shampoos para hotéis, você pode encontrar uma empresa com valor mais acessível, mas que tem sede em outra cidade e gera um frete alto para a entrega.

Já no caso da contratação de uma empresa local, o valor pode ser mais alto, mas o frete menor compensar. Essa e outras situações envolvendo o custo-benefício precisam ser analisadas.

5. Procure por fornecedores que tenham boas avaliações no mercado

Também convém que você faça pesquisas sobre as avaliações dos fornecedores no mercado. Para isso, busque o nome da empresa em sites de reclamação, como o Reclame Aqui ou até mesmo no Google.

Caso uma empresa tenha muitas reclamações de outros clientes e não tenha feito nada para solucionar os problemas, talvez não seja uma boa ideia contratá-la.

6. Entenda a diferença entre qualidade e preço

É preciso compreender a diferença entre preço e qualidade, pois nem sempre o produto mais barato é o mais indicado para ser comprado. Imagine, por exemplo, que você precisa de 1000 guarda-sóis e tem dois fornecedores, um com um preço mais alto, mas com qualidade melhor, e outro com preço mais baixo, porém com qualidade baixa.

Se para você não é tão importante a qualidade, comprar 80% com menor preço e 20% com qualidade maior é uma boa prática. Caso necessite de mais qualidade, faça o contrário.

Essas foram as nossas dicas práticas de como fazer um orçamento! Não deixe de colocá-las em prática e assim garantir bons resultados para a sua empresa.

Gostou do nosso artigo! Que tal então curtir a nossa página no Facebook? Assim você poderá conferir outros materiais interessantes que produzimos para você!

Escreva um comentário