Toda boa venda começa no momento da compra. Portanto, para vender bastante e obter um bom desempenho comercial, é preciso contar com ótimos fornecedores e parceiros comerciais. Em vista disso, se faz crucial falar de gestão de fornecedores.

Assim como se faz a gestão dos clientes e dos colaboradores, também se faz a gestão dos fornecedores. O objetivo é manter ótimos contratos, garantir preços competitivos, produtos capazes de atender sazonalidades e com qualidade superior à média.

Nos tópicos seguintes, vamos apresentar algumas dicas para fazer uma ótima gestão de fornecedores. Por esse motivo, continue a leitura do artigo com atenção. Vamos lá!

Encontre ótimos fornecedores

O primeiro desafio é, em si, o de encontrar bons fornecedores. Nem todo fornecedor é uma boa opção, afinal, muitos contam com baixa qualidade ou preços desproporcionais. Outros, pior, podem agir com desonestidade. Então, é preciso fazer uma boa pesquisa de mercado.

Comece selecionando três ou quatro fornecedores capazes de atender sua demanda, avalie qual apresenta melhor custo-benefício ao estudar aspectos como: qualidade, agilidade, preço, capacidade de produção e personalização, entre outros dados que considerar importante.

Não se preocupe apenas com o preço

O preço é um fator importante, mas não decisivo na seleção e manutenção do fornecedor. Ao fechar uma parceria considerando apenas o preço, você corre o risco de sacrificar atributos igualmente importantes ou até mais importantes à satisfação dos clientes finais.

Portanto, cuidado! Lembre-se sempre de que o preço é apenas parte na negociação, não necessariamente a mais importante. Fornecedores que oferecem preços muito abaixo da média podem não conseguir atender grandes demandas ou certos padrões de qualidade.

Invista na relação ganha-ganha

Não entre na relação com a mentalidade ganha-perde, na qual só uma das partes será beneficiada. Se apenas você ganha, seu fornecedor não terá interesse em fechar acordos futuros. Por outro lado, se só ele ganha, você não terá interesse em manter a relação.

Busque uma relação do tipo ganha-ganha, capaz de beneficiar ambas as partes e durar por longo prazo. Você e seu fornecedor podem (e devem) ganhar. Em resumo: não é um jogo de somar zero, no qual só um jogador é vitorioso, mas um jogo de múltiplos ganhadores.

Mantenha contato com frequência

Não é prudente contatar o fornecedor apenas na primeira compra, depois deixá-lo de lado e só voltar a fazer contato quando tiver algum problema. Nesse momento, é preciso manter uma boa comunicação e garantir que ambos os interesses sejam atendidos.

Portanto, agende reuniões trimestrais. Explique o que pode ser melhorado, renegocie o que for necessário, ouça o seu fornecedor e mantenha a relação do tipo ganha-ganha.

Como pode observar, a gestão de fornecedores é um processo contínuo. Tudo começa ao encontrar um bom parceiro, equilibrando fatores como preço, qualidade e agilidade, mas esse é só o começo. É preciso sustentar uma relação capaz de beneficiar ambas as partes e manter contato com certa frequência. Tenha certeza de que assim o seu hotel será beneficiado.

E ai, gostou do nosso artigo? Aproveite para compartilhar suas principais dúvidas, sugestões ou experiências conosco. Deixe seu comentário aqui embaixo. Vamos lá!

Escreva um comentário