A maioria das empresas que preza pela boa produtividade sabe que a satisfação dos colaboradores está diretamente associada à eficiência da organização. Para garantir um ambiente de trabalho saudável, elas recorrem às pesquisas de satisfação interna, ferramentas úteis que servem como um termômetro do clima organizacional.

Geralmente os hotéis contam com uma equipe extensa e têm uma rotina complexa que requer bom entrosamento entre todos os colaboradores para funcionar bem. Para isso, é fundamental que os gestores saibam como seus colaboradores se sentem em relação às lideranças, aos colegas, treinamentos e ao ambiente de trabalho.

Confira a seguir algumas dicas de como montar uma pesquisa de satisfação interna impecável!

Que tipos de dados podem ser obtidos de uma pesquisa de satisfação interna?

O objetivo deste tipo de pesquisa é fornecer informações suficientes para criar um ambiente de trabalho positivo e corrigir quaisquer deficiências e problemas que possam existir na organização.

Elas detectam tendências de burnout, sentido de realização, atitudes inadequadas, experiências com a gerência e outros indicadores-chave para a satisfação e o engajamento dos colaboradores — indispensável para garantir um bom atendimento aos clientes.

Como montar uma pesquisa de satisfação interna?

As pesquisas podem ser objetivas e dar aos participantes poucas opções de resposta (sim ou não) ou mais subjetivas, com campos para a escrita. As mais usadas ultimamente são as de afinidade de sentenças, em que o sujeito deve marcar o quanto concorda com as afirmações.

Independentemente do modelo usado, para obter o máximo de dados da pesquisa é preciso tomar alguns cuidados. Veja a seguir algumas dicas que vão nortear o processo.

Garanta a confidencialidade

Se você espera um feedback fidedigno e sincero dos colaboradores, você precisa oferecer a certeza de que suas respostas serão confidenciais. Afinal, quem é que se sente confortável criticando o próprio líder ou a organização em que trabalha? Considere tornar a pesquisa de satisfação interna anônima para aumentar o senso de confidencialidade.

Use uma linguagem clara

Evite uma linguagem corporativa ou muito rebuscada. Certifique-se de que suas pesquisas sejam lidas como uma conversa do dia a dia e que sejam fáceis de compreender.

Como você formula as perguntas da pesquisa também é muito importante. Evite a ambiguidade. A escolha errada de palavras pode mudar a forma como os colaboradores interpretam as perguntas, o que significa que os dados resultantes podem não ser compatíveis com o que você realmente queria descobrir.

Obtenha dados consistentes e comparáveis

Pode ser tentador usar a criatividade e alterar seu estilo de pesquisa, fazendo perguntas diferentes a cada ano. Mas neste caso é melhor evitar. Manter as pesquisas consistentes ano após ano ajudará você a rastrear e analisar seus dados com mais eficiência.

A pesquisa de satisfação interna desempenha um papel importante no desenvolvimento de qualquer organização ou negócio. Ela oferece um profundo entendimento de como uma organização pode manter, atrair e desenvolver profissionais qualificados.

Dá também aos colaboradores uma oportunidade de desenvolvimento pessoal e profissional que contribui para o desempenho da organização, refletido diretamente na satisfação dos clientes.

Quer ter acesso ilimitado aos nossos conteúdos? Assine nossa newsletter e leia-os quando e onde quiser!

Escreva um comentário