Você sabe diferenciar as características de um guarda-chuva ou guarda-sol? E quanto às diferenças que existem entre os dois equipamentos? A questão não é tão simples quanto parece, não é mesmo? Pois saber respondê-la é muito importante quando se gerencia um hotel.

É preciso ter em mente que esses itens não devem ser utilizados com o mesmo propósito. Por exemplo, por mais parecidos que sejam, um guarda-sol, ou mesmo a sombrinha, não tem a mesma eficiência para lidar com a chuva do que o guarda-chuva, e vice-versa.

Mas o que há de tão diferente fora o próprio nome que os objetos carregam? Neste artigo, vamos esclarecer os principais aspectos de cada um e a importância de nos atentarmos à qualidade do produto. Vamos começar?

Funções e especificidades

As funções do guarda-chuva e do guarda-sol são autoexplicativas, porém, o que leva cada um dos itens a cumprirem-nas adequadamente? Basicamente, o tipo de material e as dimensões aplicados na confecção do produto.

O guarda-chuva de alta qualidade, por exemplo, é composto por materiais resistentes à umidade e, acima de tudo, não absorvem água. Por isso, o tecido usado na fabricação é 100% poliéster em vez de algodão, pois este enxarca, enquanto as varetas são produzidas com metal leve e resistente.

Por sua vez, o guarda-sol requer mais cuidados, visto que o seu objetivo é barrar a luz solar e, também, evitar a penetração de radiação solar, que pode causar queimaduras mesmo na sombra. Atualmente, a lona plástica com trama de poliéster revestida com plástico bagum é o material mais bem desenvolvido para esse tipo de proteção.

O uso das cores é, também, um fator de grande influência na qualidade do guarda-sol. Para assegurar a melhor experiência possível, o produto deve ser de cores intermediárias, ou seja, nem muito escuras, nem tão claras, pois a primeira absorve calor em excesso e a última, reflete raios solares.

Processo de fabricação

A fabricação de guarda-chuva é feita a partir de materiais leves para não dificultar o transporte. Outro requisito crucial é o conforto do produto quando aberto, sobretudo quando a chuva é acompanhada de ventos fortes, pois o seu peso não pode prejudicar o equilíbrio do usuário.

Já o processo de fabricação de guarda-sóis deve cumprir com requisitos que vão além do peso e resistência do material, afinal, a proteção contra os raios de sol exige máximo cuidado em relação aos tecidos e às cores utilizadas na confecção do produto, tanto em termos de segurança quanto de conforto.

Qualidade do produto

Mesmo com tantos meios de distinguir o guarda-chuva de um guarda-sol, sabemos que a falta de qualidade traz à tona frustrações típicas. Exemplos: o equipamento quebrar com a velocidade do vento, o tecido se desgastar rapidamente, o dispositivo de abertura travar, entre outras.

Para garantir que nenhuma dessas situações ocorram no ambiente do seu hotel, causando, mais do que tudo, riscos de exposição, constrangimento e desconforto aos clientes, sempre leve em consideração a qualidade do guarda-chuva ou guarda-sol que venha a adquirir, dando mais atenção à origem de fabricação do produto.

O que você acha de confiar a qualidade de cada produto a uma empresa que atua no ramo há mais de 90 anos? A fábrica Maria Pumar, líder na fabricação de guarda-chuva, guarda-sol, ombrelone, tenda e cadeira de praia, se concentra em fornecer equipamentos personalizados de alta qualidade e durabilidade. Conheça os nossos produtos!

Escreva um comentário