Marca é a imagem que você imprime sempre que se relaciona com seu público de interesse, como os clientes, funcionários ou investidores. Essa imagem deve ser dirigida conscientemente, por meio da gestão de marcas.

Também chamada de branding, a gestão de marcas representa um conjunto de estratégias e ferramentas para melhor posicionar a empresa (ou o produto) na mente e no coração do seu público-alvo. Sim, é simples assim.

Nos próximos tópicos, nos dedicamos a explicar como fazer branding e imprimir uma marca poderosa e capaz de gerar melhores resultados à organização. Por causa disso, continue a leitura até o fim.

Primeiro, saiba quem é o seu público-alvo

Quando alguém vai se pronunciar em público — fazer uma palestra, por exemplo — logo se preocupa em saber quem será o seu público. Assim, pode criar algo bem direcionado. No branding não é diferente.

Para gerenciar sua marca, comece definindo quem é o seu público-alvo. Os seus funcionários ou clientes, por exemplo? Idade, classe social, renda, estado civil, estilo de vida, busque todos os dados mais relevantes.

Determine os valores que quer transmitir

Marcas transmitem valores, crenças em certas coisas. A Natura Cosméticos, transmite bem-estar e beleza. A Red Bull, por sua vez, transmite energia e emoção. Já a Maria Pumar, reflete qualidade e tradição. Quais crenças ou valores sua marca transmite?

Um erro é tentar transmitir muitos valores, como bem-estar, energia e emoção, ao mesmo tempo. Estabeleça só um valor, no máximo dois, e busque transmitir isso em cada ponto de contato — da logo até os brindes.

Use ferramentas de marketing sensorial

O branding não se limita a logos, slogans e campanhas no outdoor. As empresas mais modernas buscam ativar os 5 sentidos do seu público — visão, tato, olfato, paladar e audição — para criar experiências únicas.

Isso é chamado de marketing sensorial. Que colocar um som ambiente diferente? Usar um perfume que transmita os valores desejados? Repensar a paleta de cores do seu escritório? Tudo isso contribui ao branding.

Conte com brindes personalizados

Por fim, que tipos de lembranças você quer deixar com o seu público de interesse? A experiência com a marca deve continuar depois da compra, fazendo com que o cliente se lembre da empresa e volte mais vezes.

Para tal fim, bons brindes fazem a diferença. É preciso fugir do lugar-comum — caneta e chaveiro muita gente já oferece. Que tal expor a marca em itens como guarda-chuva ou guarda-sol? São ótimos presentes!

Enfim, esses são os primeiros passos. Tudo começa na definição de quem é seu público-alvo, depois é preciso definir os valores que quer transmitir e pôr a “mão na massa”, seja com o marketing sensorial ou produtos personalizados.

Aos gestores, é muito importante que vejam o tema como um custo estratégico. O investimento em branding ajuda a fechar novos negócios, posicionar a marca e fidelizar o público-alvo.

Agora que sabe como fazer gestão de marcas, aproveite para compartilhar nosso artigo em suas redes sociais!

Escreva um comentário