Muito além de fatores racionais, como preço e localização, as pessoas escolhem um hotel também por quesitos emocionais. A qualidade do atendimento, a identificação com a marca e a decoração do espaço são alguns itens que afetam essa decisão, mesmo inconscientemente. Nesse sentido, a psicologia das cores pode ser uma importante aliada para o seu negócio.

Do marketing digital à decoração do espaço, o uso adequado das cores pode despertar sentimentos e até influenciar as escolhas dos viajantes. Assim, vale entender mais sobre o assunto.

Para ajudar você, neste texto, explicamos a importância da psicologia das cores e como usá-la em hotéis. Confira!

A importância das cores para a fidelização de clientes

As cores são fundamentais para compor um ambiente, estimular sentimentos e podem até ajudar a fidelizar clientes. Elas são capazes de gerar efeitos emocionais, simbólicos, sinestésicos e associativos na percepção humana.

Espaços com cores muito fortes e contrastantes, por exemplo, podem ser estimulantes demais e causar confusão e aumento da pressão arterial. Já ambientes monocromáticos e com tons fracos podem gerar dificuldade de concentração, irritabilidade e inquietação pela falta de estímulos.

Nesse sentido, é importante buscar a combinação de cores adequada para cada tipo de atmosfera que se deseja criar, sem exageros e poluição visual. Normalmente, hotéis e pousadas optam por tons pastéis para tranquilizar os clientes, mas também podem usar cores mais alegres de acordo com o impacto psicológico pretendido.

A decisão sobre os tons adotados no hotel é importantíssima e deve ser pensada com cuidado para que haja uma harmonização entre os elementos. O intuito deve ser sempre compor um ambiente de conforto e bem-estar para os hóspedes.

De preferência, a padronização de cores deve ser feita não apenas no marketing digital, como logomarca, sites e redes sociais, mas também em sua arquitetura, decoração, nas paredes, pisos, espaço de eventos, restaurante e objetos, inclusive guardanapos, copos, taças, roupa de cama, cadeiras, mobília, guarda-sol, ombrelones etc.

Como usar a psicologia das cores no hotel?

Cada tonalidade traz uma sensação diferente e ajudam a cativar o hóspede. Entenda a seguir o significado de cada cor:

  • branco — transmite luminosidade, higiene, sobriedade e calma. Pode ser usada no banheiro, cozinha, quarto, área de serviço e qualquer lugar, de preferência, associado com outras cores;
  • bege — lembra passividade, clássico e calma;
  • rosa — sugere delicadeza, afeto e romance. Pode ser interessante para criar um ambiente aconchegante para casais;
  • azul — é tranquilizante, calmo e seguro, por isso costuma ser utilizado em diferentes tonalidades em pousadas;
  • amarelo — transmite alegria, energia, riqueza e luz. É útil para dar mais leveza e descontração ao local;
  • laranja — é uma cor estimulante, energética, quente e que favorece a criatividade;
  • vermelho — lembra paixão, força, calor, fogo e energia. Apesar de transmitir vitalidade, deve ser usada com cautela, já que pode ser associada à agressividade;
  • violeta — representa transformação, equilíbrio, compaixão e espiritualidade;
  • verde — lembra natureza, saúde, juventude, esperança e cura. Também é relaxante;
  • marrom — transmite sobriedade, responsabilidade, estabilidade, conforto e organização;
  • preto — associada a mistério e sofisticação, não deve ser usada em excesso.

Na hora de compor a decoração e o marketing do seu hotel, você pode usar tanto cores análogas — ou seja, que tenham tons similares — como complementares (opostas) para fazer combinações e proporcionar harmonia. Com a psicologia das cores, é possível estimular sentimentos e impactar clientes.

Achou útil este texto? Agora que você já sabe como usar a psicologia das cores, aproveite e entenda também quais os diferenciais de um guarda-chuva personalizado!

Escreva um comentário