Não há meio mais eficiente de aumentar os lucros do que com a divulgação da marca. Atualmente, existem vários tipos de marketing que podem ser utilizados para alcançar diferentes públicos. O ponto em questão é: qual deles é o mais indicado para o seu negócio? A resposta dependerá do objetivo da empresa e do perfil dos clientes.

Para ajudar nesse processo, resolvemos elencar alguns modelos conceituados de marketing e como podem ser usados nas estratégias da organização. Vamos lá!

Quais são os tipos de marketing que ajudam na expansão do seu negócio?

O livro “Permission Marketing” (ou em português, Marketing de Permissão), do autor Seth Godin, fala sobre estratégias de divulgação que têm um alto nível de engajamento nos consumidores.

Os tipos de marketing que mostraremos a seguir têm esse mesmo propósito, mas é preciso saber usá-los da maneira correta para atingir esse objetivo. Vejamos como.

1. Marketing offline

O marketing offline é o mais tradicional meio de divulgação que existe. Uma vez que engloba todas as estratégias feitas fora da internet. Entre elas podemos citar a distribuição de brindes, o telemarketing e os anúncios em revistas e jornais.

Atualmente, muito se fala sobre o marketing digital dando a impressão que o offline está caindo no esquecimento. Porém, a tendência é a união dessas duas formas de divulgação, e já existe um nome para isso: online to offline.

Um exemplo moderno que demonstra a força do marketing offline é a personalização da estampa de produtos com o logo das marcas. Algumas empresas confeccionam guarda-sol, sombrinhas e ombrelones para serem utilizados em eventos ao ar livre.

Uma indústria de referência nesse tipo de marketing é a Maria Pumar que produz esses e outros itens customizados para otimizar a visibilidade das empresas.

2. Endomarketing

Muitas instituições descobriram que o endomarketing ou marketing interno é tão eficiente quanto a divulgação externa. Esse conceito significa utilizar estratégias que ajudam a empresa a ter uma imagem positiva com os seus colaboradores.

Para isso, são implantadas ações que engajem e motivem a equipe, como a política de benefícios e os horários de trabalho flexíveis. Além disso, um conceito chamado employee experience (experiência do colaborador) proporciona um ambiente interno cheio de vivências marcantes.

O resultado é um time apaixonado pela empresa que divulga a marca para “os quatro ventos”, gerando visibilidade e atraindo novos consumidores. Outro benefício é o aumento da produtividade e o comprometimento com as metas do negócio.

3. Marketing digital

Em um artigo da revista Exame foi apresentada uma pesquisa feita pela Boston Consulting Group (empresa de consultoria empresarial). Nesse estudo foi revelado que uma campanha de marketing digital, quando bem-feita, pode elevar em 20% os lucros do negócio.

Sem dúvida, esse é o tipo de marketing mais utilizado e promete permanecer assim pelos anos a frente. O motivo é que grande parte do público-alvo das empresas está conectado à internet e busca produtos e serviços em sites e redes sociais.

Para ter sucesso no marketing digital, a empresa precisa descobrir qual mídia é mais utilizada pelos seus clientes. Daí, é feita uma estratégia com base no comportamento e na linguagem dessa mídia.

Por exemplo, quando os consumidores são adeptos do Instagram, um conteúdo visual atraente pode chamar a atenção deles para a marca. Talvez, uma sequência de imagens ou vídeos que contam a história de um cliente que foi beneficiado pelo produto ou serviço da empresa fará a audiência se identificar e interagir com as postagens.

4. Outbound marketing

O outbound marketing é bem similar à publicidade tradicional, pois envolve o envio de um conteúdo ou mensagem para uma grande massa de pessoas, mas sem um público definido. Quem se interessar, entra em contato com a empresa.

Como os consumidores são pegos de surpresa pelos anúncios, as estratégias precisam ser muito interessantes, atrativas, criativas e cativantes. Afinal, a empresa tem poucos segundos para prender ou perder a atenção do público.

Algumas organizações são “mestres” nesse tipo de marketing. Podemos citar como exemplo a Coca-Cola, que produz há décadas comerciais que apresentam o valor da marca e estimulam os sentimentos do público.

O resultado é que as pessoas gostam de serem surpreendidas pelos anúncios da empresa. Mesmo que não queiram consumir o produto no momento, elas se lembram dele em outras ocasiões.

5. Marketing de conteúdo

Atualmente, o marketing de conteúdo desponta entre os tipos de divulgação mais utilizados no meio digital. A finalidade dele é engajar o público-alvo e expandir o número de clientes e potenciais consumidores por meio da criação de conteúdo valioso e relevante.

Na verdade, o marketing de conteúdo é um dos pilares do inbound marketing que, diferente do outbound, busca atrair a atenção das pessoas de forma não evasiva. Em resumo, essa divulgação acontece quando alguém decide procurar por um assunto na internet e a empresa fornece a informação desejada.

Os principais meios utilizados pelo marketing de conteúdo são:

  • os blogs posts;
  • os infográficos;
  • os ebooks;
  • os vídeos;
  • os podcasts.

Esses tipos de materiais podem ser enviados por e-mail, postagens nas redes sociais ou exibidos nas páginas de busca, como o Google Search.

6. Marketing de performance

O marketing de performance ou desempenho é voltado para os resultados de uma estratégia de divulgação. Isso é possível por mensurar os “louros” obtidos com uma campanha para entender o retorno sobre o investimento (ROI) que a empresa obteve.

Para isso, alguns KPIs (métricas) são acompanhados e analisados. Por exemplo, a taxa de cliques demonstra o tamanho da interação do usuário com o anúncio recebido. Já o índice de engajamento é revelado pela quantidade de compartilhamento do conteúdo.

Além desses, a métrica “lead” apresenta o número de usuários que se transformaram em potenciais clientes. Por fim, a taxa de conversão indica quantas vendas foram realizadas em decorrência da campanha de marketing. Com bases nesses dados, as empresas criam novas divulgações mais direcionadas para o público-alvo. Com o tempo, conseguem também reduzir custos e elevar o ROI das campanhas.

Aquela antiga frase “a propaganda é a alma do negócio” ainda descreve bem a eficiência de uma divulgação. Desse modo, ao utilizar o tipo de marketing certo, as chances de bons resultados são enormes!

O que achou do nosso conteúdo? Descobriu os tipos de marketing que podem ser usados nas estratégias de propaganda da sua empresa? Podemos ajudar você a divulgar a sua marca. Entre em contato com a Maria Pumar e estampe seu logo em produtos personalizados!

Escreva um comentário